Institucional
Sobre o Elas
Sobre o Elas
Conselhos e equipe
Concursos
Como contribuir
Notícias
Fale conosco
Fale conosco
 
Assine nosso boletim
Nome
E-mail
 
   
 
   
   
   
Siga-nos no Facebook! Siga-nos no Instagram! Siga-nos no Twitter! Conheça nosso canal no YouTube!

Notícias

O Elas agora é + (4/5/2021)
ELAS

Por Helena Theodoro - Presidenta do Conselho Deliberativo do ELAS e

Madalena Guilhon - Vice- Presidenta do Conselho Deliberativo do ELAS

 

Vivemos durante nossos 20 anos de existência um período de grandes transformações. Para continuar criando impactos relevantes e mantendo nossa paixão pelas mulheres, precisamos estar atentas às mudanças de comportamento na sociedade e ao avanço da tecnologia. E sempre estamos, porque só isso garante um futuro ativo e de valor para o ELAS. Mais uma vez estamos nos atualizando para continuar nossa trajetória. A diversidade e a multiplicidade sempre fizeram parte de nossos valores e mantemos esse compromisso quando apoiamos os mais diferentes grupos ou organizações de mulheres. Por isso também na composição de nosso Conselho participam mulheres de diferentes tipos, idades, raças, etnias, orientações e identidades sexuais, religiões e profissões: empresárias, acadêmicas, comunicadoras, artistas. São elas que estimulam nossa evolução institucional.

Agora juntas, Assembleia, Conselho e coordenadoras, sentimos a necessidade de dar um passo adiante. Você verá um novo sinal na nossa marca, um sinal de mais: ELAS +. Você que assina nosso News, CONVERSA COM ELAS, fica sabendo em primeira mão que o Conselho do ELAS recebe três noves integrantes: Chirley Pankara, mulher indígena, Jaqueline Gomes, uma mulher trans e Lam Matos, um homem trans. Reafirmamos nosso compromisso com a diversidade e a multiplicidade e nosso absoluto compromisso com as transformações sociais.

Madalena Guilhon, uma das fundadoras do ELAS e hoje membro do Conselho, traduz assim esse momento:

“O  ELAS sempre foi mulheres, mas na amplitude que a diversidade ganhou, o ELAS ficou pequeno, por isso o ELAS +. O mundo está mudando e temos que mudar com ele. Já financiamos mulheres e homens trans, indígenas e é hora de ver essa diversidade representada no Conselho. É uma caminhada, o mundo mudando e o ELAS de portas abertas para as mudanças. ” 

O Conselho assim formado, fortalece o aprofundamento nas metodologias do ELAS: Seleção, Doação e os Diálogos que realizamos com as organizações. Há um ano todo o Conselho e equipe receberam uma capacitação com o ativista trans Lam Matos e a professora Jaqueline Gomes para entender o movimento, as necessidades e desafios dos homens e mulheres trans. O ELAS não para de pesquisar e se capacitar para os temas emergentes que movem novas trajetórias para nossa sociedade. A decisão do ELAS, incluindo esses noves conselheires, projeta a organização para seu futuro.

 

“Tenho com o ELAS um lugar de afeto e fazer parte desse espaço, onde o diálogo vai ser aberto, se torna uma alegria, uma satisfação! Saber que o ELAS abre espaço para um homem trans é muito bom, e eu ser o primeiro tem um afeto ... mostra que tem alguém observando o que o movimento trans masculino está ativo. É incrível saber que o ELAS comprou esse desafio ampliando seu campo de visão e se tornando o ELAS+”.

Chirley Pankará chega para o Conselho do ELAS quando muitas reflexões têm sido levadas à sociedade pelos povos indígenas e ela, que a partir de São Paulo ocupa um lugar de liderança na política:

 

“Falar por nós mesmas! Fazer parte de um Conselho como esse fará com que nós mulheres indígenas possamos falar por nós mesmas! Uma mulher indígena que faz parte do movimento indígena, para que a diversidade possa ser ouvida. Ter essa presença no conselho é poder falar diretamente! ”

 

Jaqueline Gomes passa a fazer parte do Conselho do ELAS trazendo sua experiência acadêmica e sua vivência de mulher negra e trans.

 

“Meu contato com a organização foi para compor uma comissão de avaliação, já faz alguns anos. Tenho visto como o ELAS tem uma potência gigante, um profissionalismo, para conseguir articular os apoios institucionais com empresas e fundações. Leva a uma compreensão de causa. Acredito que os projetos apoiados, reconhecendo a diversidade ética, racial, sexual, regional no Brasil, é fundamental para a transformação. Grande orgulho, como feminista, professora, defensora dos direitos humanos por estar compondo o Conselho e na minha condição identitária de mulher trans, negra e continuar contribuindo para o futuro das mulheres”. 

Com um sinal de + começamos mais um ano de grandes desafios de saúde, econômicos e sociais. Mas o ELAS é assim, coragem não nos falta. Nessa edição você também vai conhecer mais sobre nosso novo programa: ELAS na Emergência do Futuro, por que inovar e investir é preciso. Que venham os parceiros sem medo de mudar e interessados em transformar. Alguns estão vendo no sinal do + uma estrela, e se for assim que ela brilhe muito. Outros veem uma borboleta, e se for assim que voe feliz e colorida dando a direção do começo dos novos 20 anos do ELAS! Boa leitura. 

 

 

 
 
Tel +55 (21) 2286-1046 / Fax 55 (21) 2286-6712 - E-mail: elas@fundosocialelas.org
Caixa Postal: 9009 / CEP: 22270-014
CNPJ: 04.575.388/0001-00
Site desenvolvido por FW2 Agência Digital