Pelo fim da violência contra a mulher em todo o Brasil

Encontro de mulheres xinguanas, sessão de cinema com debate e reunião nacional de blogueiras são algumas das atividades que os grupos apoiados pelo Fundo Fale Sem Medo promovem em outubro.
 
Na Aldeia Capivara, no Parque Indígena do Xingu, acontece de 24 a 28 de outubro o 4º Encontro das Mulheres Xinguanas, promovido pela Associação Yamurikumã de Mulheres Indígenas com apoio do Fundo ELAS e do Instituto Avon através do Fundo Fale Sem Medo.
 
As Rodas de Conversa das Mulheres Xinguanas acontecem anualmente desde 2014, abordando temas como prostituição, alcoolismo, uso indevido da imagem das mulheres nuas, infanticídio, desinteresse dos jovens pela cultura do seu povo, lixo nas aldeias, DST e saúde da mulher, capacitação para as mulheres, além de outros temas. A edição 2016 será o Encontro das Mulheres Xinguanas, que discutirá ainda a violência contra as mulheres indígenas.
 
O principal objetivo da Associação é fortalecer politicamente as lideranças femininas das aldeias para que estejam preparadas para representar as comunidades xinguanas nas reuniões dentro e fora do Parque do Xingu. “Não queremos mais que intermediadores não-indígenas falem pela gente, captando recursos e executando projetos em nosso nome. Queremos dialogar diretamente com instituições, apoiadores e financiadores, sem intermediários”, diz Kaiulu Yawalapíti, presidente da Associação.
 
Já em Vila Velha, no Espírito Santo, as jovens estudantes do Elas que são Elas vão debater sobre violência doméstica com o Cine Debate sobre o filme 'Prenda-Me' (Arrêtez-moi), com direito a um bate papo das alunas e alunos com as professoras Luciana Souza Borges e Maria Angela Rosa Soares. O evento acontece no dia 18 de outubro, às 11h, no Anfiteatro da Universidade Vila Velha, e é aberto ao público. Saiba mais
 
As Blogueiras Negras também vão pôr a violência contra a mulher em pauta com apoio do Fundo Fale Sem Medo. Elas promovem o 1º Encontrão Blogueiras Negras - Combate à Violência contra Mulheres, que vai reunir jovens mulheres de todo o país em três edições: em Recife, nos dias 22 e 23 de outubro, no Museu da Abolição; em São Paulo, nos dias 19 e 20 de novembro; e em Belo Horizonte, em data a confirmar.
 
"O Encontrão foi pensado para formar e acolher, para nos reunirmos em tornos de questões acerca da vida da mulher negra, pensarmos e aprendermos sobre práticas de combate à violência contra a mulher negra. Como combater o racismo, a misoginia e a cultura do estupro dentro e fora da internet", 
explicam as integrantes do coletivo. Haverá oficinas sobre segurança virtual, feminismo negro, escrita criativa, rap e poesia, audiovisual, criação de blog e fanzine, além da Feira das Pretas, com afroempreendedoras expondo e vendendo suas produções como roupas, bijuterias, acessórios, comidinhas e afins. 
 
Inscreva-se e veja mais informações sobre a programação.
 
No Rio de Janeiro, o coletivo Meninas Black Power realiza os Diálogos MBP: Uma conversa sobre Violência Doméstica. O encontro será no sábado, dia 29 de outubro, na Fiocruz, das 10h às 16h. Inscrições através do site www.meninasblackpower.com