Mulheres Quilombolas empoderadas em Macaíba

A AMQC, Associação das Mulheres Quilombolas de Capoeiras, que atua no município de Macaíba (RN), dedica-se a combater a discriminação racial sofrida por mulheres negras e quilombolas e também capacitá-las para o mercado de trabalho, melhorando a qualidade de vida dessas mulheres. Com o projeto apoiado pelo Fundo Fale Sem Medo, a associação buscou chamar a atenção das mulheres da comunidade para a violência contra a mulher e a importância de denunciar agressões sofridas.

Foi a primeira vez que Genilda Costa Santos, 58 anos, trabalhadora doméstica que vive em Macaíba, conversou sobre violência contra a mulher. “Trabalho em casa de família e não tenho tempo, só que a AMQC faz encontros aos sábados, então posso participar. Gostei muito das atividades de que participei. É importante conversar sobre isso, precisamos de mais oportunidades como essa. Todos os dias, na televisão ou na vizinhança, ouvimos histórias que mostram como as mulheres estão sofrendo violência”.

Cirleide da Silva Santos, 32 anos, frequenta as atividades da associação e passou a exigir a garantia de seus direitos:  " É muito importante discutir violência - aqui temos muitos casos - e muitas vezes as mulheres não entendem isso. Antes eu tinha medo e vergonha de denunciar a violência. Perante a sociedade, você ter sido vítima do seu marido é uma vergonha. Eu era assim. Mas hoje não me sinto mais envergonhada, me sinto consciente. Com o projeto nós perdermos o medo de procurar ajuda, e vamos seguir lutando contra a violência contra as mulheres negras".